A IMPRENSA DA RESISTÊNCIA

DESTAQUE

Armênio Guedes

Armênio Guedes

Veja mais

CLANDESTINA

O golpe militar de 1964 interrompeu a trajetória ascendente das lutas por reformas de base que ampliassem os direitos políticos, sociais e econômicos da população brasileira. À frente das mobilizações, os partidos comunistas e as organizações revolucionárias debatiam e influenciavam o processo em curso por meio de várias publicações. Subitamente lançados à clandestinidade, a maioria deixou de circular. A nova safra de jornais e revistas passa então a debater os caminhos da resistência e convocar para o combate. Nos links abaixo, as publicações produzidas pelas organizações clandestinas testemunham, muitas vezes de modo dramático, as lutas sociais e políticas desse período.

Libertação

A Classe Operária

Voz Operária

TEMA e REVOLUÇÃO

PALMARES e RESISTÊNCIA

O BATENTE e FOLHA OPERÁRIA

Política Operária

O COMBATE, BEIRA DA PRAIA e A VOZ DO CAMPO

O Guerrilheiro

UNIDADE E LUTA e IMPRENSA POPULAR

BANDEIRA VERMELHA e FRENTE OPERÁRIA